O sedentarismo é o fator que mais contribui para a mortalidade cardiovascular em Curitiba. Esse é o resultado de uma pesquisa realizada pela Quanta Diagnóstico por Imagem que mostrou que o sedentarismo contribuiu para 40% das mortes, número bem acima da hipertensão (17%) e do diabetes (15%). Foram avaliadas mais de 25 mil pessoas entre 2010 e 2020.

Sobre esse assunto a Joyce Carvalho conversou com o cardiologista Miguel Morita, que é quem comandou a pesquisa.