Jorge Samek (PT), ex-diretor da Itaipu Binacional, votou acompanhado da filha e a neta, no Colégio Stella Maris, no Juvevê. Ele não enfrentou fila e registrou a opção na urna eletrônica rapidamente. Samek acredita que o índice de votos válidos para o PT no segundo turno deve aumentar no Paraná.

Candidato a vice-governador do Paraná na chapa de Roberto Requião (PT) no primeiro turno, Jorge Samek classificou como difícil, mas necessária, a pacificação do país. Na avaliação dele, a radicalização prejudicou o debate.