Um preso que estava internado no Hospital Evangélico, em Curitiba, tentou fugir e acabou morrendo.

De acordo com a nota emitida pelo Hospital Evangélico, o detento foi levado pelos policias à instituição para tratar de queimaduras causadas durante uma tentativa de atear fogo aos colchões na cela da delegacia de Colombo, na região metropolitana de Curitiba.

Ele estava internado há dez dias e se aproveitou de um descuido para tentar fugir, ao deixar a Unidade de Terapia Intensiva.

O homem conseguiu acessar uma das janelas e acabou caindo. Depois da queda, ele foi atendido pela equipe médica de plantão com apoio do Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no final da tarde deste domingo (18).

Por meio de nota, a Polícia Militar do Paraná informou que os policiais que fazem a escolta de presos em hospitais, não ficam dentro da ala da Unidade de Terapia Intensiva. Neste caso, eles foram acionados quando houve a tentativa de fuga.

Ele tinha sido preso por dirigir embriagado e se envolver em um acidente de trânsito.