Três mandados de busca e apreensão em regiões de extração ilegal de areia e outros minerais foram cumpridos nesta quinta-feira (23) pela Polícia Federal, em Colombo e Araucária/PR, cidades da Região Metropolitana de Curitiba. Chamada de Operação Minério Legal, a ação também resultou na apreensão de máquinas e equipamentos utilizados para a prática do delito de usurpação de bens da União.

A extração ilegal foi comprovada por documentação enviada pela Agência Nacional de Mineração e complementada por investigações da Delegacia de Meio Ambiente do Estado do Paraná.

Ocorrências como esta demonstram, segundo Clóvis Borges, diretor-executivo da Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), a continuidade de um processo de degradação, que acontece ao longo da história.

O especialista fala ainda que a sociedade está perdendo a briga em relação à proteção da natureza no estado. Há um aumento da impunidade.

De acordo com a Agência Nacional de Mineração (ANM), o Paraná tem mais de mil pontos de retirada de areia cadastrados e regularizados.