Com o aumento da procura por aluguéis para o feriado prolongado de Carnaval a Polícia Civil do Paraná (PCPR) reforça orientações básicas de segurança contra o golpe do falso aluguel.

Para atrair as vítimas, o imóvel é anunciado pelos criminosos com preço abaixo do mercado. Durante as negociações, eles pedem que o interessado pague um adiantamento para fechar negócio. Em alguns casos, a farsa é descoberta só quando o locatário chega no imóvel e descobre que ele não está para alugar.

A dica para evitar cair no golpe é visitar o imóvel antes de fechar negócio ou de fazer a transação de qualquer valor. Também é possível verificar a seção de avaliações em sites de hospedagem.

As pessoas também priorizar a locação por meio de imobiliárias ou solicitar informações a pessoas que já foram até o local que se pretende alugar.

BOLETIM DE OCORRÊNCIA – Caso seja vítima do golpe, a orientação é registrar o quanto antes o Boletim de Ocorrência. Ele pode ser feito na unidade mais próxima ou de forma online, no site da PCPR, neste link, o que agiliza o trâmite e evita deslocamentos desnecessários.

É importante que as pessoas incluam provas na hora de registrar o B.O. para que os policiais possam realizar as investigações.

Com informações da assessoria