Mais de 1.600 pessoas de 15 grandes cidades brasileiras participaram de uma pesquisa comportamental que teve como foco descobrir qual o perfil dos moradores de cada lugar. E de acordo com o resultado, o curitibano está entre os mais educados. Ocupa a terceira posição no ranking nacional da cordialidade.

Natal está em segundo lugar e Brasília, em primeiro. O técnico Leonides Pires, mora há 40 anos na capital e acredita que tudo é uma questão de abordagem. Para ele, em termos gerais, quem nasce em Curitiba, só é um pouco tímido.

O curitibano de nascimento Milton da Silva roda a cidade de bicicleta, para fazer entregas. O trabalho exige que ele esteja em constante contato com as pessoas. Por isso, ele afirma que essa fama é relacionada ao clima.

O vendedor Saymon Maia Carpegiani defende os conterrâneos. E confirma que a educação do povo paranaense pode ser vista nos pequenos gestos.

 

O estudo apontou que os moradores mais mal educados do Brasil estão nas cidades de Goiânia, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Os comportamentos considerados rudes nesta pesquisa foram falar muito alto, se distrair ao telefone, não cumprimentar estranhos, não dar a vez para outras pessoas no trânsito, não reduzir a velocidade ao dirigir em áreas próximas a pedestres, ser grosseiro com funcionários e não dar gorjetas.