Essa onda da digitalização foi impulsionada pela pandemia, pois muitos empresários acabaram sendo forçados a usar as redes e aplicativos como canais de divulgação, estratégias de marketing e venda. Micro e pequenas empresas utilizam ferramentas digitais nos negócios, principalmente em Curitiba, que foi eleita pelo Ranking Connect Smart Cities 2021, como a cidade mais empreendedora do Brasil. Curitiba é considerada uma das principais cidades para montar uma empresa no país. Segundo informações, na capital paranaense os processos são mais agilizados. Isso faz com que o tempo gasto com burocracias para abertura de um estabelecimento seja 60% menor do que a média brasileira, conforme dados do Ministério da Economia.

O diretor executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (ABRASEL), Luciano Bartolomeu, falou que a pandemia atingiu em cheio o setor de bares e restaurantes, mas que a digitalização trouxe oportunidades para os empresários.

Com essa onda tecnológica surgiram várias plataformas, entre elas o aplicativo BEES, um programa de vendas desenvolvido pela indústria de bebidas Ambev, que permite a compra de diversos produtos online.

O Diretor de Marketplace da Ambev, Leonardo Almeida, falou sobre a plataforma, criada exclusivamente para comerciantes.

Leonardo disse que o aplicativo facilitou os processos de venda.

Um dos empresários que utiliza a plataforma, Fabiano Moraes, dono da La Casa del Tabaco, explicou que o aplicativo funciona como ferramenta de gerenciamento.

De acordo com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV), 25% das micro e pequenas empresas usam ferramentas de gestão.