Manifestantes foram até as margens de algumas rodovias do estado do Paraná para protestar, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), contra o resultado do segundo turno das eleições deste domingo (30). Pelo menos oito pontos de bloqueio foram constatados pelos agentes em estradas federais e estaduais, até o início desta segunda-feira (31). Apenas uma rodovia permanecia com interdição total no início da manhã, a BR 476, na altura do km 257, em União da Vitória, no Vale do Iguaçu. A PRF informa que cerca de 300 manifestantes impediram o fluxo com queima de pneus no começo da noite de domingo e aproximadamente 30 permaneciam no trecho pela manhã.

No entanto, novos pontos foram registrados pelas autoridades rodoviárias. Na PR 412, em Guaratuba, o trânsito segue impedido. Já na BR-376, km 662, em Tijucas do Sul, uma manifestação bloqueia a pista. Na BR-280 km 257, em Marmeleiro, os manifestantes têm realizado a interdição a cada 40 minutos em trecho estadual.

Manifestações registradas ao longo da madrugada

Perto das 23h, de domingo (30) na BR 116, no km 106, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, cerca de 100 manifestantes queimaram pneus e impediram o trânsito na região. A PRF informou que a pista foi liberada pouco depois da meia-noite. Em seguida, 20 manifestantes voltaram a fechar o trecho, que ficou bloqueado entre 2h e 3h40.

Outros pontos de interdição total também foram constatados e atendidos pela PRF em Jandaia do Sul, Guarapuava, Cascavel, Medianeira, Palmeira e Marechal Candido Rondon.

Já o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) do Paraná informou pelo twitter que três pontos de bloqueio aconteceram nas estradas estaduais durante a madrugada. Na região de Ponta Grossa, na BR 373, no km 169, houve manifestação com interdição de pista. As equipes do DER foram até o local para dar apoio. Já na PR 151, em Castro, no km 290, mais ocorrências foram constatadas.

Na cidade de Rolândia, na BR 369, no km 178 ,manifestantes impediram o fluxo, que ficou interditado em ambos os sentidos. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), informou que por volta das 10h, uma manifestação em Guaratuba se iniciou e mantém o fluxo bloqueado. Os agentes monitoram o trânsito para acompanhar o andamento do fluxo.

Foto: reprodução/G1 – RPC