O Paraná reduziu o tempo médio para a abertura de empresas. Em outubro de 2022, foram necessárias, em média, 14 horas para a criação de um empreendimento no Estado. É o menor tempo da história.O relatório, com base no Redesim, do governo federal, foi divulgado pela Junta Comercial do Paraná (Jucepar) nesta segunda-feira (7).

Com esse tempo, o Estado foi o terceiro mais rápido do País, atrás de Sergipe, com 10 horas, e Espírito Santo, com 11 horas. A média nacional para abertura de empresas está em 1 dia e 13 horas, quase 24 horas acima. Em outubro de 2019, o empresário paranaense levava 2 dias e 20 horas para abrir uma empresa, ou seja, houve diminuição de 54 horas, fruto do Descomplica Paraná, programa de desburocratização da máquina pública. No mesmo mês de 2020, eram 3 dias e 8 horas. Em 2021, 1 dia e 13 horas.

O Paraná processou o terceiro maior volume de pedidos de abertura de empresas no mês passado, com 4.645 registros, ficando atrás somente de São Paulo, com 20.984 registros, e Minas Gerais, com 5.434. Do total de empresas abertas no Estado, 97% concluíram o trâmite em até 3 dias, 2% em até 5 dias e 1% em até 7 dias.
Nenhuma demorou mais de 7 dias.

Outro relatório divulgado pela Jucepar aponta que o Paraná fechou o período de janeiro a outubro com um saldo positivo de 132.710 novas empresas (diferença entre abertura e fechamento de empreendimentos). Foram abertas 233.553 empresas e encerradas 100.843 no período. O Estado tem, atualmente, 1,59 milhão de empresas ativas.