No último domingo (20), a capital paranaense registrou o menor número de novos casos do novo coronavírus desde o início do ano. Foram confirmados 116 novos casos da doença na cidade.

Os dados dão um alento ainda maior, pois, este é o menor número em quase três meses. Em 27 de dezembro de 2021, a cidade registrava 106 novos casos da doença. Na ocasião, já se observava um crescimento na transmissão do vírus com a circulação, mesmo que não confirmada, da variante Ômicron.

Nesta segunda-feira (21), por exemplo, o número de novos casos da Covid-19 aumentou na cidade. Foram confirmados mais 187 novos casos e duas mortes pela doença.

Para o médico infectologista Moacir Pires Ramos, a cidade vive um momento de estabilidade da doença e que a tendência de queda deve continuar a curto prazo, pois, ainda é preciso avaliar o cenário visto em outros países.

Na última semana, a capital paranaense flexibilizou o uso de máscaras de proteção em ambientes abertos, assim como fez o próprio governo do estado.

Moacir Pires Ramos frisa que, a partir da próxima semana, é que a cidade deve perceber o impacto positivo ou negativo da medida.

Nesta segunda-feira, 2.087 pessoas eram consideradas como casos ativos da Covid-19, ou seja, com potencial de transmissão. Esse é o menor número desde o dia 05 de janeiro, quando eram 2.034 casos ativos na cidade.

Neste período, Curitiba chegou a registrar 16.739 casos ativos da doença, no dia 01 de fevereiro.

Moacir Pires Ramos ressalta que a cidade não deve registrar um número tão alto de casos ativos novamente, mas lembra que a queda é sempre mais demorada do que a subida de casos.

O médico infectologista explica que, mesmo com números mais favoráveis, as máscaras de proteção e álcool em gel vieram para ficar.