AO VIVO

Mal súbito como causa de acidente precisa ser comprovado, alerta delegado

2023-10-07T13:05:05-03:00sexta-feira, 06/10/2023, 18:40|

As investigações para apurar as possíveis causas do grave acidente na Praça Tiradentes começaram logo após o atendimento às vítimas e encaminhamento para os hospitais. De acordo com o Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, a motorista entrou na contramão na rua da Praça Tiradentes, invadiu a calçada, atropelou as pessoas e depois bateu em um poste. A condutora do veículo também saiu machucada com ferimentos no tórax e abdômen mas sem gravidade.

Antes de ser encaminhada ao hospital, a motorista de 69 anos realizou teste do bafômetro – o resultado foi negativo. Ela alegou um mal súbito e disse fazer uso de medicamentos controlados. O delegado Edgar Santana, da Delegacia de Trânsito de Curitiba, explicou que tal circunstância precisa ser comprovada.

Uma pessoa morreu e três ficaram gravemente feridas. Uma delas teve as duas pernas amputadas, segundo informações do Corpo de Bombeiros.

Testemunhas que estavam próximas ao local na hora do acidente confirmaram que o veículo desceu parte da rua na contramão. O vendedor Marcos Antonio trabalha em uma loja a menos de 20 metros do acidente.
Ele contou que atendia uma cliente dentro na entrada da loja quando viu um vulto passando rapidamente, seguido por um estrondo.

Apesar da proporção atípica do acidente, ele observa que o tráfego é intenso na rua e que acidentes acontecem com frequência.

Outras testemunhas que presenciaram a tragédia foram Tayná e Gabriel. O casal tinha acabado de atravessar a rua em direção à Praça quando o carro colidiu com o poste.

Essa não é a primeira vez que a região da Praça Tiradentes é palco de acidentes como o registrado hoje. Em 2010, no mesmo local, um ligeirinho desgovernado matou duas pessoas e deixou 32 feridas. O veículo subiu na calçada e invadiu a loja Pernambucanas. Em 2012, uma idosa foi atropelada também por um ônibus ligeirinho no mesmo local.

Ir ao Topo