A Urbanização de Curitiba (Urbs) informa que mais seis linhas passarão a ter pagamento exclusivo por cartão a partir do próximo sábado (18/3). São as linhas 338-Centenário/Hauer; 650-Sta Rita/Pinheirinho; 684-Rio Bonito; 685-Rio Bonito/CIC; 772-Tupy/Juliana; e 703-Caiuá.

São cinco linhas do tipo alimentador, que ligam o interior dos bairros a terminais, e uma troncal, que liga o Terminal Caiuá ao Centro de Curitiba. Juntas, as seis linhas transportam 44,2 mil pessoas por dia.

O cartão já é opção de pagamento da maioria (91,5%) dos passageiros destas seis linhas. Somente 8,5% pagam com dinheiro.

Praticidade

Desde março de 2020, a Urbs vem ampliando o número de linhas que aceitam exclusivamente cartão como pagamento, processo que foi acelerado em 2022. Hoje, das 242 linhas de Curitiba, 237 só aceitam pagamento com cartão (já incluindo as seis que vão migrar no próximo sábado).

Considerado mais prático e seguro, o cartão ajuda a dar velocidade no embarque, além de diminuir a circulação de dinheiro nos veículos, o que inibe assaltos e roubos.

O presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, destaca que o pagamento por meio eletrônico vem ajudando a reduzir o número de assaltos no transporte coletivo. Entre 2019 e 2022, o número de ocorrências caiu 87%.

A exclusividade do cartão vale quando a passagem é paga dentro do veículo. Nas estações-tubo e terminais, o pagamento continuará a ser realizado por meio de dinheiro e cartões.

Agendamento

A confecção da primeira via do cartão-transporte é gratuita. Para fazer o cartão, o usuário deve agendar atendimento e depois comparecer nas unidades da Urbs nas Ruas da Cidadania.

Fazer o cartão é rápido e fácil. É necessário levar ao local de atendimento documento de identificação com foto, CPF e comprovante de endereço. No caso de menores de idade, o cartão pode ser solicitado pelos pais ou responsável legal, apresentando documento de identificação original com foto de ambos. Todas as unidades trabalham das 12h30 às 18h30 em dias úteis.

Redação com Assessoria