Os estilos foram os mais variados e abraçaram o samba, a música clássica, o reggae, o jazz, isso só para citar alguns ritmos da trigésima nova edição da Oficina de Música de Curitiba, pela primeira vez realizada em julho, numa edição de inverno.

A diretora geral da oficina de música, Janete Andrade, fez um balanço positivo dos 11 dias do evento.

 

Foram mais de 170 eventos com público que passou das 25 mil pessoas. O show de encerramento aconteceu no Guairão, com o Afropop da cantora Margareth Menezes.

As apresentações envolveram perto de 400 artistas, sendo pelo menos 350 músicos da cidade. Curitiba respirou música, em vários espaços.