Mais de quatro anos depois da morte de Isabelly Cristine Santos, em Pontal do Paraná, o réu do caso vai a júri popular.

Nesta segunda-feira (24), Everton Vargas, apontado como culpado por matar youtuber de 14 anos vai responder pelo crime de homicídio qualificado por motivo torpe e porte ilegal de arma de fogo. O julgamento, que acontece na cidade de Pontal do Paraná, começa às 9 horas e deve se estender ao longo do dia.

A morte da menina, que produzia o canal Isa Top Show com entrevistas com cantores e personalidades do meio musical, comoveu as cidades do litoral paranaense. De acordo com o inquérito policial, Everton e o irmão Cleverson Vargas, estavam em Pontal do Paraná, quando cruzaram com o veículo onde estava a adolescente e a família. Pelo menos três tiros foram disparados e um deles pegou na cabeça de Isabelly, que chegou a ser socorrida, mas morreu no mesmo dia em decorrência dos ferimentos.

Cleverson é acusado de embriaguez ao volante e cumpriu prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica até a data do julgamento. O júri popular deveria ter acontecido no dia 7 de março, mas foi adiado para outubro para que algumas imagens da reconstituição do crime fossem incluídas no processo.