17 pontos com irregularidades ambientais foram identificadas pelo Instituto Água e Terra (IAT), principalmente, em áreas de preservação ambiental.

A fiscalização foi realizada com uma aeronave. Foram dois sobrevoos cobrindo toda a margem direita do Rio Ivaí. Os fiscais do Escritório Regional do IAT em Paranavaí identificaram a existência de gados, a implantação de uma área de lazer sem autorização e uma trilha de motocross. Também foram encontrados corte de vegetação nativa de aproximadamente um hectare e a extração irregular de argila nas margens do rio.

Segundo o geógrafo do IAT Doraci Ramos de Oliveira, o objetivo é evitar que novos problemas ambientais comprometam o ecossistema regional.

O patrulhamento na área de preservação ambiental por aeronave também ajuda na identificação de áreas de desmate nas quais, muitas vezes, a aeronave chega a pousar para que os agentes do IAT verifiquem a situação do local.

A Área de Preservação Permanente é um setor protegido, coberto ou não por vegetação nativa. A proteção desses locais é voltada a preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, além de facilitar o fluxo gênico de fauna e da flora, proteger o solo e assegurar o bem-estar das pessoas.