O Governo Federal bloqueou novamente os recursos destinados às universidades federais no fim da tarde desta quinta-feira (1º).

De acordo com o reitor da Universidade Federal do Paraná, Ricardo Marcelo Fonseca, presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), em menos de oito horas após a liberação dos recursos anunciado pelo Ministério da Educação (MEC), a verba foi novamente bloqueada pelo Ministério da Economia.

O reitor da Universidade Federal do Paraná afirmou que não há recursos para muitos compromissos existentes, como o pagamento de contas de água e luz, além de bolsas.

Ricardo Marcelo Fonseca explicou que não existem motivos para esses cortes, pois a arrecadação de impostos segue em ritmo crescente, na comparação com 2021.

Conforme a Andifes, na metade do ano, as instituições federais de ensino sofreram um corte orçamentário de R$ 438 milhões. Na segunda-feira (28) foram bloqueados R$ 344 milhões, inviabilizando as finanças de todas as universidades federais e tornando ainda mais grave a situação orçamentária do sistema federal de ensino superior.