Uma festa cheia de emoção, na final da Libertadores da América. Os torcedores do Athletico Paranaense lotaram a Arena da Baixada para apoiar o time. 

Jogo decisivo, com direito a família reunida para torcer e mandar energias positivas para os jogadores, de Curitiba para o Guayaquil. Gladson Rafael Nascimento não perdeu a chance de aproveitar o sábado (29) para acompanhar o jogo entre Athletico Paranaense e Flamengo, na casa do furacão.

Celso Aparecido de Azevedo acordou cedo e já foi para a frente da Arena da Baixada, pensando em ganhar um extra com o jogo. Montou a barraca para vender os produtos e ficou esperando.

Os organizadores do evento ser programaram para receber mais de 50 mil pessoas no estádio, que ficou lotado. Debora garantiu o ingresso, junto com o marido e os dois filhos, que desde pequenos, acompanham os jogos do furacão.

E a torcida fez a parte dela. Quatro telões com alta qualidade de imagem foram montados, com ângulo para todos os setores das arquibancadas.