A concessionária Via Araucária informou que finalizou, nesta segunda-feira (17), a obra de recomposição da macrodrenagem rompida na BR-277, no km 98, em Curitiba. A intervenção foi necessária devido ao afundamento da pista, que vinha ocasionando transtornos aos usuários desde dezembro de 2023, antes mesmo da concessionária assumir a gestão da rodovia.

Para obter uma compreensão detalhada das condições subterrâneas e identificar a ruptura, foram utilizadas, além das escavações, tecnologias avançadas, como um georadar com emissão de ondas. O equipamento é capaz de reconhecer objetos existentes no subsolo, rastreando as tubulações do entorno. A concessionária empregou ainda um robô com filmagem de alta qualidade que contribuiu com todo o rastreio.


SAIBA MAIS


Após as análises, um time de engenharia constatou que a estrutura afetada era um bueiro de concreto tubular localizado a aproximadamente 11 metros de profundidade. As equipes da concessionária restauraram a tubulação e fizeram a recomposição do aterro no local escavado. Posteriormente, foram realizados os trabalhos de pavimentação, reconstrução da drenagem superficial e revestimento vegetal.

Por fim, houve também a desmobilização do desvio da via marginal e restabelecimento das condições originais de trânsito.

* Com informações da concessionária