Terminou nesta segunda-feira (16) a investigação do caso de feminicídio registrado em Araucária no dia 7 de janeiro. A polícia chegou aos dois homens suspeitos depois de receber uma denúncia anônima. Eles são pai e filho, um deles foi casado com a vítima, Rozélia Maria Martins Caldas, de 50 anos.

De acordo com as diligências, o preso de 61 anos teria planejado o ataque. Já o homem de 39 anos, filho do acusado, era enteado de Rozélia e é apontado como autor dos disparos que tiraram a vida da mulher.

O delegado da Polícia Civil, Eduardo Kruger explica que os suspeitos foram encontrados escondidos em uma cidade da região metropolitana de Curitiba.

Já a delegada da Divisão de Polícia Especializada da PCPR, Luciana Novaes, reforça a necessidade das pessoas denunciarem casos de agressão e ameaça contra as mulheres, para evitar a ocorrência de casos de feminicídio.