O Painel da Dengue da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba, atualizado nesta quarta-feira (12/6), mostra que a capital paranaense registrou 1.352 novos casos e uma nova morte pela doença, desde o último boletim, divulgado em 5 de junho. A morte ocorreu em abril, mas estava em investigação, por isso só foi divulgada neste momento.

A vítima é uma mulher de 79 anos, com comorbidades, residente no distrito sanitário do Boqueirão. Ela chegou, com o Samu, na UPA Campo Comprido no dia 7/4, com histórico prévio de desmaio e com rebaixamento do nível de consciência. Segundo familiares, a paciente tinha sintomas inespecíficos havia três dias. A morte aconteceu no dia 15 de abril.

SAIBA MAIS:



Além desta nova morte por dengue, Curitiba já havia registrado outras três mortes pela doença em 2024. Um deles refere-se a um bebê de 9 meses, sem comorbidades, que morreu em maio. E os outros dois referem-se a duas mulheres, que morreram no mês de abril. Uma de 49 anos, sem comorbidades, que contraiu a doença num município do interior do estado, tendo também recebido o tratamento e falecido neste mesmo local. A outra vítima é uma mulher de 75 anos, moradora da região do CIC, que tinha uma importante comorbidade cardiovascular.

Balanço

Curitiba contabiliza, ao todo, 12.656 casos de dengue em 2024. Do total, 1.352 são novos casos divulgados no boletim desta quarta-feira (12/6) – sendo 71 referentes a notificações da última semana e o restante referentes a casos de semanas anteriores, mas que tiveram a investigação concluída apenas agora.

O Tatuquara é o distrito sanitário mais afetado, com 2.809 casos. Na sequência estão o Cajuru (2.324), CIC (1.739), Bairro Novo (1.304), Boa Vista (1.157), Boqueirão (1.031), Portão (694), Matriz (586), Pinheirinho (557) e Santa Felicidade (455).

No Brasil, já são 5,6 milhões de casos prováveis de dengue em 2024 e 3.417 mortes, segundo boletim divulgado no dia 4/6. Só no Paraná, segundo o Informe Semanal da Dengue do Paraná, divulgado na terça-feira (11/6) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), já são 480.865 casos confirmados e 414 óbitos no período sazonal 2023/2024, que teve início em julho do ano passado.

*Com informações da prefeitura de Curitiba.