O conceito é simples: nada de caixas para pagamento, nem filas. O consumidor chega até o supermercado, escolhe o que quer, retira da prateleira, coloca na cesta e pronto. Já fica registrado o quanto ele gastou e o débito é feito automaticamente no cartão de crédito.

Tudo graças à tecnologia de ponta que envolve o monitoramento feito com mais de 500 câmeras que ficam espalhadas pela loja, sensores que estão nas gôndolas e etiquetas eletrônicas que enviam as informações dos preços direto para a nuvem, criadas especialmente para a loja primeira loja 100% autônoma da América Latina que fica na Avenida República Argentina, em Curitiba.

Claudenir Andrade é diretor de tecnologia e inovação, um dos parceiros da rede de supermercados Grupo Muffato, responsável por colocar em prática essa experiência.

O sistema envolve 16 parceiros, desde a criação do aplicativo onde o consumidor cadastra o cartão de crédito, até a compra, efetivamente. Após o cadastro, o cliente tem acesso a um QRCode, que autoriza a entrada no mercado. Sem isso, a cancela não abre. Partir daí, o sistema é integrado e tudo que é pego das prateleiras, fica registrado.

Se o produto é devolvido, a combinação de sensores faz com que o item seja removido da conta. Dessa forma, assim que ela concluir a compra, é só ir embora. O diretor do Grupo Muffato, Everton Muffato, espera que a proposta seja bem aceita.