Com aumento de atendimentos de casos respiratórios, a secretaria Municipal da Saúde de Curitiba reforça a necessidade de uso de máscara, vacinação e intensificação de testes de Covid-19.

Na última semana epidemiológica (de 6 a 12/11), segundo o município, foram registrados 12.364 atendimentos de pessoas com queixas respiratórias, um aumento de 31% diante da semana anterior (30/10 a 5/11), com 9.434 atendimentos.

Covid em alta

Parte do aumento da demanda respiratória nas unidades de saúde está associada ao aumento de casos de Covid-19, conforme a Prefeitura. A taxa de positividade dos exames para Covid subiu para 20,8% em novembro – em outubro estava em 7,3%. A média móvel de novos casos passou de 94 no dia 31 de outubro para 337 no boletim desta quarta-feira (16).

Outro sinal de alerta é a taxa de retransmissão do vírus, número que indica o potencial de infectado por cada caso confirmado. Hoje, a taxa está em 2,42, o que indica aceleração dos casos. O ideal é que o indicador fique abaixo de 1.

De acordo com a Saúde, nesse momento de aumento é necessário resgatar o uso de máscaras faciais em locais fechados e também em ambientes com grande circulação de pessoas.

Em ambientes com maior potencial de aglomeração e pouca circulação do ar o uso da máscara passa a ser altamente recomendado, assim como nos serviços de saúde, orienta.

O uso da máscara continua obrigatório para pessoas com sintomas respiratórios que tenham necessidade de deslocamento ou em caso de contato com outras pessoas.

Por Andressa Tavares com Assessoria