No jogo que valeu o 39º título paranaense do Coritiba, a vitória sobre o Maringá, por 4 a 2, dia 3 passado, o time alviverde utilizou camisas com números coloridos e referências a um quebra-cabeça, que é símbolo do autismo. Estas camisas vão a leilão na próxima terça-feira (3), a partir de 19h, no restaurante Quintal do Porco (avenida Manoel Ribas, 540 – Mercês) e, segundo o clube, o valor arrecadado será destinado a criação de um espaço voltado a autistas no estádio Couto Pereira: a Sala de Acomodação Sensorial.

A iniciativa é uma parceria do Coritiba com o Instituto ICO, que é referência no tratamento do TEA (Transtorno do Espectro do Autismo). O ICO fará o treinamento dos funcionários encarregados de receber as crianças em dias de jogos. A arquiteta Carla Mattioli, responsável pelo projeto, detalha o projeto: “Um ambiente onde as condições acústicas, térmicas e de iluminação sejam favoráveis a pessoa autista. O tratamento acústico das paredes e do teto será feito de forma que se reduza ao máximo o nível do barulho do estádio. Além disso, teremos fones de ouvido redutores de ruídos”.

O presidente do Coritiba, Juarez Moraes e Silva, fala com orgulho sobre a parceira com o ICO: “O futebol não pode ser excludente. O amor que nos une pelo time é o que nos faz família e, por isso, nós abrimos a nossa ‘casa’ para que haja inclusão e conscientização. Estamos orgulhosos em sermos pioneiros, entre os clubes do Brasil, a oferecer um espaço personalizado aos autistas”.

Os convites para o jantar do leilão custam R$ 250 por pessoa e podem ser adquiridos pela plataforma Sympla. Para participar remotamente, via Zoom ou telefone é necessário se cadastrar neste link. Mais informações pelo telefone (41) 99131-0231.