A Secretaria Municipal da Saúde informou que registrou um aumento de 6,7%, em média, na cobertura vacinal de dez imunizantes recomendados a crianças de até 6 anos de idade.

Entre os imunizantes que tiveram aumento significativo está a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), que faz parte do esquema de rotina contra a doença. Em julho, a cobertura vacinal para este imunizante era de 78,6% e em agosto, 88,9%.
O Ministério da Saúde prorrogou até 30 de setembro, inclusive, a vacinação contra a poliomielite.

Coberturas vacinais
A cobertura vacinal contra o rotavírus subiu de 84,6%, em julho, para 93,2%, em agosto; no mesmo período, a meningo C subiu de 82,8 para 93,3%; a pentavalente (contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e hepatite B) foi de 79,4% para 89,6%; a pneumo 10 subiu de 86,3% para 95,9%; a tríplice viral (VTV, contra sarampo, caxumba e rubéola) foi de 74,4% para 80,1%.

A taxa de cobertura com o imunizante contra a hepatite A subiu de 86,8% para 90,8%; a da febre amarela foi de 68,4% para 73%; e a cobertura vacinal da tetraviral (contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela) foi ampliada de 71,5% para 75,4%. A cobertura da BCG seguiu na casa dos 91% (de 91,6% em julho para 91,1% em agosto).

As coberturas vacinais recomendadas para essas doses de rotina das crianças são de 90% para BCG e rotavírus. Para as demais vacinas, o indicado é uma cobertura de 95% do público-alvo. Por isso, é essencial que as famílias confiram as carteiras vacinais dos curitibinhas – que pode ser visualizada pelo Aplicativo Saúde Já Curitiba (site ou smartphone) – e levem as crianças para receberem as doses pendentes.

Locais de vacinação
Curitiba oferta todas as vacinas do calendário nacional continuamente em 106 unidades de saúde para todas as faixas etárias (crianças, adolescentes, adultos e idosos). Há também oferta contínua das vacinas contra gripe (para pessoas com 6 meses de idade ou mais) e contra a covid-19 (aos públicos já convocados tanto para o esquema vacinal inicial como doses de reforço).

Consulta vacinas pendentes
Para verificar se há vacinas pendentes, basta acessar o Aplicativo Saúde Já Curitiba (site ou smartphone), clicar na opção “Carteira de Vacinação” e escolher a aba “Pendentes”.

Por: redação com assessoria