A Polícia Civil do Paraná (PCPR) identificou cinco pessoas envolvidas no ataque com bombas em uma estação-tubo, no dia 29 de abril deste ano, no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. Quatro homens e uma mulher, com idades entre 20 e 25 anos, serão indiciados pela prática criminosa.

Os suspeitos foram identificados a partir da placa do veículo utilizado na data do crime. Segundo apurações da PCPR, os suspeitos estariam praticando outros delitos desde outubro de 2023. O delegado Rinaldo Ivanike falou sobre o caso.

No dia 29 de abril, os suspeitos jogaram as bombas dentro da estação, em direção ao cobrador. Os estilhaços da bomba atingiram a perna da vítima, deixando um corte profundo na região. A PCPR pediu a prisão preventiva dos suspeitos, mas a Justiça negou e eles responderão em liberdade.

O homem, vítima do ataque em abril, foi socorrido e encaminhado ao hospital. Os cinco indivíduos devem responder por crimes como explosão, associação criminosa, lesão corporal e perturbação do trabalho. As penas, somadas, podem chegar a três anos de prisão, segundo o delegado.