A BR-277 e a BR-376, rodovias afetadas com bloqueios por conta de deslizamentos de terra provocados pelas chuvas intensas, terão restrição no tráfego de veículos pesados nos feriados de Natal e Ano Novo.

A medida foi tomada para auxiliar o tráfego de motoristas de veículos menores que precisam se deslocar para os litorais do Paraná e de Santa Catarina. A informação foi divulgada durante coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (19), na sede da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Curitiba.

Na BR-277, durante o Natal, o tráfego de caminhões articulados será proibido, no sentido Paranaguá, na sexta-feira (23), do meio-dia à meia-noite. No sábado (24), de 8h da manhã à meia-noite. Para a subida sentido Curitiba, o tráfego estará impedido do meio-dia à meia-noite de domingo (25). Na segunda-feira (26), o tráfego estará proibido para esses veículos de 6h da manhã ao meio-dia.

Já durante o Ano Novo, o trânsito de caminhões articulados será proibido no sentido Paranaguá, na sexta-feira (30), de meio-dia à meia-noite. No sábado (31), de 8h da manhã à meia-noite. No sentido Curitiba, o tráfego será interditado para esses veículos no domingo (1º), de meio-dia à meia-noite. Na segunda-feira (2), de 6h da manhã ao meio-dia.

Na BR-376, o trânsito de caminhões será impedido em todos os sentidos na sexta-feira (23), de 14h à meia-noite. No sábado (24), a interdição será de 6h da manhã às 18h. No domingo (25), de 14h à meia-noite. Na segunda-feira (26), de 6h da manhã ao meio-dia.

No Ano Novo, os caminhões ficarão impedidos de circular na sexta-feira (30), de 14h à meia-noite. No sábado (31), de 6h da manhã às 18h. No domingo (1º), de 14h à meia-noite. Na segunda-feira (2), de 6h da manhã ao meio-dia.

Uma das três faixas que serão utilizadas na BR-376 irá atuar de maneira reversível para ajudar os condutores que trafegarem pelo local. O superintendente da PRF no Paraná, Antônio Paim de Abreu Júnior, falou sobre a necessidade dessas interdições.

O diretor de operações da concessionária, Antônio Cesar Rivas Sass, falou que duas obras importantes estão sendo realizadas no local onde houve o deslizamento. Ele informou que, no sentido Santa Catarina, está sendo instalada uma tela dinâmica que poderá proteger a encosta do morro contra novos deslizamentos. No dia 28 de novembro, um deslizamento matou duas pessoas e deixou seis feridas.

A instalação da tela dinâmica deve ser concluída até o dia 24, o que possibilitará a liberação do tráfego em duas faixas. No sentido Curitiba, uma cortina de concreto está sendo instalada e, quando for concluída, as duas pistas também poderão ser liberadas. Porém, o prazo para conclusão não foi informado.

O diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem no Paraná (DER-PR), Alexandre Castro Fernandes, falou que as obras de reparo no km 39 e no km 41 da BR-277, onde também houve deslizamento de terra, começaram nesta segunda (19). Os reparos no km 42, onde uma pedra cedeu no mês de outubro, são de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

O superintendente regional substituto do DNIT no Paraná, Christiano Schneider Machado, falou que as obras no km 42 da BR-277 continuam, mas que o uso do guindaste, que ocupa duas faixas da rodovia no sentido litoral, deverá permanecer devido à necessidade do equipamento nos reparos. Ele não indicou data para o final das obras.

Por: Bruno de Oliveira