No fim da tarde deste sábado (15) um ônibus com 23 passageiros precisou utilizar a área de escape da BR-376, na região de serra em Guaratuba, no litoral do Paraná. O motorista percebeu que estava com problemas no freio e o seu acionamento não estava reduzindo a velocidade do veículo. A situação foi contornada pelo dispositivo de segurança instalado no km 667.

Todos os envolvidos saíram ilesos do incidente. De acordo com a concessionária Arteris Litoral Sul, que administra o trecho a área foi utilizada cinco vezes nos últimos sete dias e em pouco mais de dez anos, 778 vidas foram salvas pelo recurso.

José Junior, gerente de operações da Arteris Litoral Sul, explica que o dispositivo no km 667 é inovador, já que foi instalado no lado contrário do tradicional, no acostamento à esquerda do tráfego.

Outros casos
Na terça-feira (11) ocorreu a primeira entrada, uma carreta carregada com pane veicular percorreu 25 metros até parar em segurança usando a área de escape. Já na quarta-feira (12), a concessionária registrou duas entradas. Uma delas aconteceu por volta das 7h, novamente no dispositivo do km 671,7. Uma carreta que transportava 14 toneladas de placas de gesso apresentou falha nos freios quando o motorista, que já conhecia o dispositivo e trafegava com frequência pela rodovia, decidiu conduzir seu veículo para a caixa de cinasita. Ninguém se feriu. Por volta das 19h, agora no dispositivo do km 667,3, ao perceber que os freios da carreta – com carga de 10 toneladas de chapas de ferro, não funcionavam, o motorista tomou a atitude e adentrar na área com seu veículo.

Na tarde de quinta-feira (13) um caminhão de quatro eixos, que transportava um equipamento de perfuração, seguiu por mais de 80 metros da área após a perda dos freios. Os três ocupantes do veículo não se feriram.

As áreas de escape, são dispositivos de segurança utilizados em trechos de declive por caminhões ou outros veículos com problemas no freio ou algum tipo de pane.