Após quase um mês da suspensão da fabricação de passaportes por falta de verba, a Polícia Federal retomou a produção dos documentos. A informação foi divulgada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública do Governo Federal, Anderson Torres, no sábado (24). No primeiro dia útil após a retomada da confecção, o movimento de pessoas no posto da Polícia Federal em Curitiba era tranquilo.

Nesta segunda-feira (26), o público que precisava ir até o Shopping Pátio Batel, na capital, onde fica o local para a retirada dos documentos, não encontrou filas para a emissão. Em todo o Brasil, 108.701 pessoas aguardavam a liberação dos passaportes após a suspensão da produção. A Polícia Federal ganhou R$ 31,5 milhões para retomar o processo.

A babá Anna Beathrys Alves de Medeiros foi com o marido, Gabriel Silva de Medeiros, até a Polícia Federal para retirar o passaporte. Ela tinha pedido o documento há cerca de dois meses, mas só agora conseguiu retirar. Porém, ela conta que o atendimento foi bom.

O marido, que já tem passaporte, também elogiou o atendimento da Polícia Federal. Ele contou que, mesmo com a espera, não enfrentou transtornos para retirar o documento para a esposa nesta segunda (26).

A dona de casa Rosa Maria Porto pretende visitar a filha, que vive em Portugal. Ela aguardava há um mês para poder ir até a Polícia Federal, onde irá emitir o passaporte. Ela não enfrentou problemas, e a expectativa é poder conhecer a Europa e reencontrar a filha com o documento.