Motoristas que circularam pela região das ruas Mateus Leme e Nilo Peçanha se depararam com a mudança no tráfego na área nesta quarta-feira (12). Durante o final da manhã, oito ruas passaram a ter sentido único de circulação.

A alteração integra a segunda fase da implementação do binário que acontece na região do bairro São Lourenço. A mudança pegou muita gente que transitava pela região de surpresa, como é o caso da dentista Katia Bosso.

Quem também transitou pelo local foi o motorista de van escolar Laertes Faria. Ele costuma passar pela região e encontrou a mudança das ruas. Na opinião dele, a alteração foi boa.

Para evitar grandes transtornos, os agentes de trânsito estiveram orientando os motoristas na região. Na área, também foram implementados três novos semáforos, e outros dois já existentes serão readequados.

SAIBA MAIS:



Para o motorista João Carlos de Oliveira, uma alteração necessária.

Um dos novos semáforos, que ainda será instalado nos próximos dias na Rua Professor Joaquim de Matos Barreto, será destinado exclusivamente para pedestres, com acionamento por botoeira. Ele será implantado em frente à duas escolas na região. A cabeleireira Juraci Nascimento avaliou a alteração.

O projeto é realizado pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e tem como objetivo melhorar a fluidez no trânsito da região. No entanto, o projeto foi criticado pelo médico Luiz Conceição.

O projeto de mudança altera o sentido da Mateus Leme da altura da Evaldo Wendler para a João Gava, que passa a ter mão única; além da João Gava entre a Mateus Leme e a Nilo Peçanha; a Nilo Peçanha, da João Gava para a Evaldo Wendler; e a José Brenny, da Nilo Peçanha para a Antonio Pergoraro.

Também foram implementados sentidos únicos ,a Rodrigo Octavio de Langaard Menezes Filho, da Professor Joaquim de Mattos Barreto até a Eugênio Guariza; na Eugênio Guariza da Rodrigo Octavio de Langaard Menezes Filho para a Mateus Leme; na João Enéas de Sá, da João Gava para a Nilo Peçanha; e na Manoel dos Santos da Silva, da João Enéas de Sá para a João Gava.