A Defesa Civil do Paraná enviou na manhã desta quinta-feira (23), uma equipe para São Paulo para auxiliar na documentação dos municípios atingidos pelas chuvas durante o feriado de Carnaval. Três agentes com experiência neste tipo de situação saíram nas primeiras horas do dia para ajudar na elaboração da documentação que deve ser apresentada por municípios atingidos por desastres, como formulários de avaliação de danos, mapas das áreas afetadas e relatórios sobre a intensidade do impacto social, que são utilizados para conseguir recursos estaduais ou federais para atender as necessidades da população e a possível reconstrução dos locais afetados.
O capitão Anderson Gomes das Neves, chefe do Centro Estadual de Gerenciamento de Riscos e Desastres, tem experiência no atendimento deste tipo de situação.

Segundo o último boletim do Governo de São Paulo, 48 mortes foram confirmadas, 47 delas em São Sebastião e uma em Ubatuba. Cerca de 1.700 pessoas estão desalojadas e 1.800 desabrigadas, 29 adultos e seis crianças estão hospitalizados.

Major Daniel Lorenzetto, chefec Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres, da Divisão de Gestão de Desastres e do Centro Logístico Estadual da Defesa Civil, detalha que essa também será uma oportunidade para atualizar o conhecimento profissional dos agentes e que uma equipe do Corpo de Bombeiros está de prontidão para auxiliar nos resgates.

A Central Única das Favelas (CUFA) do Paraná tem arrecadado mantimentos como água potável e produtos de limpeza e destinado as famílias atingidas. Os carregamentos estão sendo enviados diariamente com a ajuda da CCR Aerportos e outras empresas da aviação, como explica José Antonio Campos, presidente estadual da CUFA Paraná.