Ao analisar nesta quinta-feira (23) o tumultuado Atletiba do dia 5 de fevereiro, o Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol do Paraná (TJD-PR) puniu o Athletico com perda de seis mandos de campo e a determinação de que esta pena seja cumprida com portões fechados e a 100km de Curitiba. O órgão também suspendeu jogadores, dirigentes e o técnico denunciado (António Oliveira, do Coritiba) e aplicou multas para os dois rivais: de R$ 50 mil para o Athletico e de R$ 8 mil para o Coritiba.

No entanto, as perdas de mando só vão ser cumpridas no Campeonato Paranaense de 2024 porque o Pleno ainda vai julgar outra briga, a de jogadores de Operário e Maringá no final da partida disputada no dia 29 de janeiro, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

O argumento atleticano acatado nesta quinta-feira foi o fato de que o Operário, que corre risco de punição, talvez não seja julgado antes do próximo dia 2, data da primeira partida de uma decisão que pode envolver o rubro-negro da capital e o alvinegro de Ponta Grossa.

Em relação ao julgamento feito pela 3ª Comissão Disciplinar do TJD, no dia 1º de março, quase todas as punições aumentaram. A exceção foi a do atacante coxa-branca Fabrício Daniel, que teve mantido o mesmo período de suspensão: seis partidas. Mas como o alviverde já foi eliminado da competição de 2023, os suspensos pelo lado do Coritiba só vão cumprir pena caso atuem no Campeonato Paranaense do ano que vem.

Todos os denunciados ainda podem recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

 
SUSPENSÕES (entre parênteses, a punição do julgamento anterior)

ATHLETICO
Clube… 6 jogos com portões fechados a 100 km de Curitiba
Pedrinho, lateral-esquerdo… 8 jogos (6)
Christian, volante… 8 jogos (4)
Pedro Henrique, zagueiro… 8 jogos (4)
Thiago Heleno, zagueiro… 6 jogos (4)
Terans, meia… 3 jogos (2)
Mario Celso Petraglia, presidente… 15 dias (absolvido)

CORITIBA
Alef Manga, atacante… 8 jogos (5)
Fabrício Daniel, atacante… 6 jogos (6)
Marcio Silva, zagueiro…1 jogo (no primeiro julgamento, apenas advertido)
Victor Luís, lateral-esquerdo… 1 jogo (no primeiro julgamento, absolvido)
António Oliveira, técnico do Coritiba… 2 jogos (no primeiro julgamento, apenas advertido)
Glenn Stenger, presidente do Coritiba… 15 dias (absolvido)
Jair José de Souza, vice-presidente do Coritiba… 15 dias (absolvido)
Lucas Drubscky, diretor do Coritiba… 15 dias (absolvido)

MULTAS (entre parênteses, a multa do julgamento anterior)
Athletico… R$ 42 mil (R$ 2 mil)
Coritiba… R$ 5 mil (sem multa)

ARBITRAGEM

José Mendonça da Silva Júnior, árbitro… absolvido (absolvido)

________________________

* CAMPEONATO PARANAENSE

Semifinais

Rodada de ida

Sábado, 18 de março

19h… Maringá 0 x 2 Athletico (Willie Davids, em Maringá)

Domingo, 19 de março

16h… Cascavel 2 x 1 Operário (Olímpico Regional, em Cascavel)

Rodada de volta

Sábado, 25 de março

19h… Operário x Cascavel (Germano Krüger, em Ponta Grossa)

Domingo, 26 de março

16h… Athletico x Maringá (Arena da Baixada)

Em caso de empate no saldo de gols após o segundo jogo, a decisão da vaga vai para os pênaltis.